Retiro de Advento

Retiro de Advento

No passado sábado os irmãos da nossa Unidade Pastoral, em especial os membros das Células Paroquiais de Evangelização, foram convidados para um dia de recoleção com o Pe Marcelino Paulo de Braga.

Terminámos a manhã com um longo tempo de adoração e, depois de termos rezado Laudes no início da manhã, os presentes foram interpelados pelo pregador a encarar o advento como um tempo de desejo. Embora tendamos a encarar o Natal como memorial de um evento passado há cerca de dois milénios, a liturgia encara este acontecimento como presente e, sobretudo, futuro: o dia de Natal como o dia do encontro com Deus, o dia em que finalmente iremos ver Deus face a face, abraçá-Lo ou deixarmo-nos abraçar por Ele. De tal modo que os primeiros cristãos encaravam o momento da morte como o seu Natal, o seu dia de Natal.

Sendo o advento um tempo de desejo e de fomento do desejo, e acertando que a principal missão do Cristão é a de manter viva a chama do desejo, fomos convidados a encarar este momento litúrgico como um tempo de espera e de vigia, de desejo daquele que pressentimos, mas que ainda não podemos tocar, Deus encarnado.

Deixar uma resposta