Arquivo da categoria Em destaque

Oração de Misericórdia – 03 Out

Na 1ª quinta-feira de cada mês, como a mulher ferida vamos a Jesus para lhe tocarmos e, sobretudo, sermos tocados pela sua misericórdia. Deus faz maravilhas quando lhe abrimos o coração pela fé. Inicia às 21h30 com um tempo forte de louvor (cânticos) diante de Jesus presente na hóstia consagrada.

Sempre que o homem se aproxima de Deus com fé, humildade e confiança, Deus compadece-se do homem e enche-o da sua graça curando-o das suas feridas interiores e exteriores. A oração de misericórdia centra-nos em Deus e no seu amor pelos homens. Louvando a bondade e a misericórdia do Senhor, nós apresentamos-lhe as nossas feridas e pecados e pedimos-lhe que venha libertar-nos e socorrer-nos. Rezamos uns pelos outros para sermos curados e Deus faz a sua obra sempre maravilhosa. Há muitos testemunhos de pessoas que sentiram a sua vida transformada depois de uma oração de misericórdia. Por isso cresce sempre muito o número de participantes nesta oração que se faz na primeira 5ª feira de cada mês.
Pe. Jorge Silva Santos

Ministério de Escuta e de Intercessão

A partir de hoje, domingo 22 de Out, começa a funcionar a seguir à missa das 10H45. Todas as pessoas que estiverem a viver situações difíceis de sofrimento espiritual, psíquico ou físico podem dirigir-se a este grupo e pedir oração que será feita com eles e por eles. Um psicoterapeuta e um psicólogo clínico escutarão os casos que precisarem de um apoio mais técnico, se a pessoa o desejar.

Grupo de Oração – uma Graça de louvor extraordinária

Ontem, 24 Out 2017, foi dia de Grupo de Oração na nossa paróquia: o Senhor concedeu-nos a graça de uma oração espontânea baseada em cânticos de louvor que encheu o coração de quantos lá estavam (20 e poucas pessoas), foi muito bom!
Esta graça de paz e alegria no louvor tem sido uma constante ao longo das últimas sessões.
Recebemos algumas palavras do Senhor que, à semelhança de semanas anteriores, iam no sentido de colocarmos toda a nossa confiança no Senhor, de o reconhecermos como Deus vivo e verdadeiro, presente no meio do seu povo, e de renovarmos o nosso desejo de conversão e renúncia ao mal.
No final, reflectimos acerca da importância de mantermos em todos os dias e situações uma atitude de louvor. E reconhecemos como tem sido importante, na nossa vida paroquial, estes momentos de louvor e os frutos que nos tem dado.
Como habitualmente, tivemos também um momento de intercessão pelas actividades da paróquia, pelas intenções particulares de quem lá estava e por algumas pessoas que sabemos estar a passar por momentos menos fáceis.
 
Próxima sessão: dia 7 de Novembro
 

Caminhada de Aprofundamento na Fé – Catequese para Adultos

Quintas-feiras das 21h30 às 23h00 (Encontros Semanais)

Porque a fé é dinâmica, ou se alimenta ou se perde. Para aprofundar a fé ou para a recuperar é preciso um processo de conversão.
A catequese de adultos, iniciação ou reiniciação à vida cristã, vai permitir este processo de conversão. O caminho da conversão estrutura-se em três etapas, conforme o «momento» que cada adulto está a viver (cf. C.T. § 18)

  • É acção missionária para os não crentes, anúncio do kerigma, revelação primeira de Jesus Cristo Senhor? Catequese de iniciação;
  • É acção catequética para os que já aceitaram o Evangelho e querem aprofundar a sua fé e o seu compromisso cristão? Catequese de aprofundamento;
  • É acção pastoral, para os que já estão amadurecidos na fé e desejam continuar a confrontar-se com a sua fé na vida de todos os dias? Catequese permanente.

Em qualquer destes momentos, os cristãos adultos devem iniciar-se ou reiniciar-se na vida cristã. Será mais fácil depois a coerência indispensável na vida familiar, profissional e social. É que o ser cristão é muito mais do que ser religioso. E pode ser-se religioso, sem se ser cristão. A catequese continuada é uma exigência da fé vivida.

A construção do Centro Paroquial e Igreja, tijolo a tijolo!

A última vez que demos informação desta campanha foi a 2 de julho, quando chegamos aos 100.000€. Nessa altura, lançamos o objetivo de conseguir mais 100.000 durante o ano seguinte.

Alegrai-vos! Já vamos em 134.393,29! Com um pequeno esforço, chegaremos ao Natal com os 150.000. Será possível? Não temos grandes donativos de 5.000 ou 10.000 euros de uma só pessoa ou empresas, mas temos o dar contínuo de gente tão generosa que encanta. Bendito seja Deus!

E agora que recebemos a bênção apostólica do Papa, pode ser que isto vá com mais entusiasmo! O jantar de angariação de fundos no dia 30 de setembro na Quinta de D. Luís rendeu 6.800€. Que Deus vos abençoe e vos enriqueça com todas as bênçãos espirituais e temporais.

Juntos conseguimos!

NIB da conta de construção do centro paroquial e igreja de S. João Baptista de Coimbra:

  NIB: 0035 0623 0000 1850 1304 3


Em cada semana, 60+ horas para o Senhor

Adoração Eucarística das 08h00 de quarta até às 23h00 de quinta – todas as semanas.

A fecundidade da vida da Igreja vem da oração, da vida em Cristo. Por isso para ajudar os cristãos a viverem na união com o Senhor e para que todas as actividades apostólicas da paróquia sejam fruto da graça divina, a paróquia tem um serviço de adoração permanente 40 horas por semana, de quarta às 8 da manhã até quinta às 24h, incluindo toda a noite de quarta para quinta.

São 110 pessoas as inscritas para esta sucessão contínua de hora a hora para estar diante do Senhor em louvor, acção de graças e súplica pela paróquia, mas outras tantas vão passando hora a hora sem estarem inscritas.

A Grande Aventura

É uma aventura que pode parecer louca, nos tempos que correm, liderar a construção de um centro paroquial e uma igreja. Eu sei que é. Mas o que hei-de fazer? No discernimento comunitário que levou anos, eu a fazer de cardeal diabo, a colocar todos os contras, mesmo assim, íamos para mais uma reunião em que era debatido a construção e, a decisão de avançar, vencia sempre. Deus parecia dizer-nos: « Não tenhais medo» Eu estarei convosco.
Muitos me dizem já sem esperança de amanhã: « Porquê mais uma igreja quando as que existem começam a ficar com cada vez menos gente ? E apetece-me responder: Porque as igrejas ainda não têm rodas e ninguém as traz para este território onde vivem vários milhares de pessoas e também têm direito que a Igreja se aproxime deles e não o contrário. E também têm direito a ter junto de si um sinal vivo e eloquente de que Deus não morreu. Esse sinal é em primeiro lugar a comunidade cristã que reunindo-se no dia do Senhor anuncia ao mundo a sua ressurreição enquanto espera a sua vinda gloriosa. Anuncia-o com a sua ardente caridade junto dos pobres e com a sua comunhão fraterna. Mas é também sinal o edifício que plantado no meio das casas onde as pessoas vivem, lutam e sofrem, é um hino à presença do Deus imortal, invisível e único que nunca abandona os homens na sua peregrinação nesta terra. E depois há as razões profundamente práticas: Já não podíamos crescer mais se nada fizéssemos: As poucas salas que temos não dão para nada. Não temos locais de trabalho, não se podem marcar reuniões sem ver se temos salas e muitas vezes não se marcam porque não há local.
Sabemos de onde virão as fontes de financiamento? Não e sim. Não sei de quem virão, mas imagino que virão de todas as pessoas que amam a Deus e que nunca fecham o coração e o bolso quando é necessário ajudar. Mas virão também de gente que pode não estar muito desperta à fé, mas reconhece que a presença de uma comunidade cristã é benéfica para a sociedade quanto mais não fosse pela sua ação social. Como costumo dizer a brincar: O Dinheiro para construirmos isto tudo já existe: Mas ainda está nos bolsos daqueles que porventura se sentirão chamados a dá-lo segundo as suas possibilidades.
No fim de contas tudo virá de Deus que é quem coloca nos corações a generosidade e o amor. Esta é pois uma aventura de fé e de confiança de uma pequena comunidade cristã que não cede ao pessimismo dos tempos. Pedimos oração por esta obra..e quem além da oração puder dar mais alguma coisa…agradecemos.
Durante as 40 horas de adoração semanal, a paróquia reza pelas intenções de todos os seus benfeitores. Que Deus a todos abençoe com magnanimidade como só Ele pode e sabe fazer.

Pe Jorge Silva Santos

Ateliê do Tempo e do Saber

Vai ganhando consistência o Atelier do Tempo e do Saber na nossa paróquia.

Funciona às terças-feiras das 14H30 às 18H00 e é gratuito. Há belas aulas de pintura das 14H30 às 16H30. Há aulas de bordados e ponto de renda. E já há obra feita. Mas são sempre bem-vindas outras pessoas. Há sobretudo muita amizade, alegria e partilha. Um ambiente bem descontraído.

Venha ver e inscreva-se neste atelier das terças-feiras.

Nas festas de S. João, serão expostos para venda os artigos confecionados e o produto reverterá para a construção da Igreja.

Fazemos ainda velas para baptismo e lembranças para casamentos.

Torne-se voluntário da Paróquia de S. João Baptista!