Arquivo da categoria Sem categoria

Reunião e formação de adoradores (SJBaptista)

No passado sábado 23 de Novembro tivemos em SJBaptista um encontro de adoradores.

Não estiveram todos, mas estava um bom grupo.

O Pe Francisco Morais fez uma pequena exposição no quadro de uma formação permanente para quem dispõe de pelo menos uma hora por semana para garantir uma presença contínua diante do Senhor sacramentado:

1. Nós estamos ali sobretudo por causa do Senhor: Ele é o fundamento, a fonte inesgotável.

2. Estamos ali também para nosso crescimento pessoal, diante da fonte que jorra e que brota do lado aberto de Jesus Cristo: quando estamos em adoração, nós podemos beber dessa fonte. Um pouco como quando vamos à praia: estivemos lá e não fizemos nada de especial, mas ao fim de algum tempo começamos a dar-nos conta que os efeitos de estar ao sol se fazem sentir. Nós iremos crescendo na medida da nossa fidelidade a este encontro semanal.

3. Estamos ali porque é uma graça para a paróquia toda: é um serviço eclesial porque é graças à fidelidade daqueles que se comprometeram que muitos outros que passam por ali também possam prestar ao Senhor a adoração e o louvor que Ele merece. E se hoje temos na nossa comunidade paroquial a vitalidade que lhe é reconhecida, isso é em grande parte fruto da fidelidade do encontro desta comunidade com o Senhor, essencialmente na Adoração Eucarística. Devemos prestar ao Senhor o louvor e a adoração que Ele merece: não vos cansais de adorar o Senhor!

No final vários irmãos testemunharam publicamente algumas graças recebidas da fidelidade a esta hora marcada com o Senhor sacramentado. Destacamos o de uma irmã que testemunhou como, através da sua fidelidade, o Senhor atraiu para si também os seus filhos que estavam afastados da fé.

A imagem da Sagrada Família

Tem havido uma tradição de levar um pequeno santuário da Sagrada Família que passa numa casa alguns dias e reúne a família à volta dela. Em S. José há várias imagens dessas que estão paradas aqui quando deviam andar de casa em casa abençoando as famílias. E se os pais da catequese levassem uma e a tivessem lá uma semana e depois a passassem para outra família?

Veremos a glória de Deus quando nos voltarmos para Ele e lhe dermos mais espaço no nosso coração e na nossa família. Então Deus reinará.

P Jorge Santos