Plano Pastoral

Objetivos da paróquia

  1. Permitir a todos o encontro pessoal com Jesus Cristo, que dá à vida um novo horizonte e rumo novo.
  2. Convidar os que conheceram Jesus a tornarem-se discípulos d’Ele, consolidando a sua fé.
  3. Construir uma comunidade fraterna e acolhedora ao jeito de Jesus.
  4. Construir uma comunidade que aprende a servir, na caridade, a Igreja e o mundo, segundo os dons que recebeu.
  5. Permitir a todos crescer na união com Cristo pela oração e pela experiência da vida sacramental.
  6. Promover a construção material do centro paroquial e da igreja.

Estratégias para o cumprimento dos objetivos

  1. Permitir a todos o encontro pessoal com Jesus Cristo, que dá à vida um novo horizonte e rumo novo.
    · A paróquia convida largamente os adultos para o percurso Alpha adultos e os jovens para o percurso Alpha jovens. Este percurso é uma introdução à fé cristã, em dez semanas seguidas, uma noite por semana e um fim de semana a meio do percurso. Cada encontro é realizado à volta de uma mesa, começando com uma refeição. Fazem-se dois cursos por ano com uma média de 40 pessoas cada um. Desde o início da paróquia já foram realizados 12 Alpha adultos e 4 Alpha jovens. Muita gente da cidade de Coimbra e de outras paróquias dos arredores tem vindo a S. João Baptista frequentar o percurso porque trabalham com amigos que o frequentaram e por eles foram convidados.
  2. Convidar os que conheceram Jesus a tornarem-se discípulos d’Ele, consolidando a sua fé.
    · A paróquia convida os que já fizeram o percurso Alpha a entrarem num pequeno grupo de discípulos
    chamado Células paroquiais de evangeliza- ção. Ai o cristão faz a experiência da comunhão fraterna, da partilha e da oração em grupo, recebe formação cristã ligada à vida concreta e é convidado a tornar-se missionário pela palavra e pela vida. Atualmente existem 6 células de evangelização que reúnem uma vez por semana. Uma delas é formada por jovens adultos.
    · Uma segunda modalidade é a Catequese de adultos de estilo catecumenal, tal como é proposto pelo Plano Diocesano de Pastoral. Neste momento encontra-se em funcionamento um grupo de catequese de adultos, que reúne quinzenalmente.
    · Para as crianças e pais existe a Catequese familiar. Os pais e os filhos vão quinzenalmente ao encontro de catequese e, enquanto as crianças estão com o catequista, os pais estão com um animador a preparar a sessão seguinte de catequese que os próprios pais darão aos seus filhos em casa. Deste modo Igreja e pais tornam-se parceiros na educação cristã dos filhos e todos crescem com isso.
    · Depois do percurso Alpha jovens, os jovens são convidados a entrar no Grupo de jovens, que se reúne semanalmente para aprofundar a fé e realizar atividades juvenis. São eles que animam, com os seus instrumentos musicais e o canto, a Missa do Domingo às 21h15.
    · A Pastoral familiar é também um pilar importante na formação que a paróquia deseja proporcionar às famílias que procuram estabilidade e unidade familiar. Uma equipa de casais proporciona, ao longo
    do ano, várias atividades para casais, como sejam conferências, um retiro e o percurso Ela e Ele.
    · O percurso Ela e Ele é um percurso para casais que dura 7 encontros. Proposto a qualquer casal que queira crescer na sua relação duradoura e amorosa, ele tem dado já frutos na vida de muitos casais. Equipas de pastoral familiar vieram à paróquia conhecer o percurso e começaram-no noutros recantos do país.
  3. Construir uma comunidade fraterna e acolhedora ao jeito de Jesus.
    · Na paróquia existem grupos de acolhimento para cada Eucaristia (18h sábado, 11h e 21h15 domingo) e um grupo para o acolhimento do cartório em cada tarde. Há também um grupo de escuta e um grupo de apoio psicológico formado por psicólogos. Toda a comunidade vem sendo formada na pastoral do acolhimento que não é tanto uma tarefa quanto uma atitude para que todos descubram o coração de Cristo que acolhe  misericordiosamente quantos vêm a Ele, sobretudo os pecadores, os pobres e os doentes.
  4. Construir uma comunidade que aprende a servir, na caridade, a Igreja e o mundo, segundo os dons
    que recebeu.
    · A paróquia pretende desenvolver nos cristãos o sentido do serviço tanto na comunidade cristã como no
    mundo. Quem serve com amor e humildade vive a alegria, sente-se útil aos outros e ganha um novo
    sentido de pertença. “Jesus não veio para ser servido, mas para servir e dar a Sua vida em resgate de muitos” (Mc 10, 45). O discípulo d’Ele só pode ser um servidor. São cerca de 150 pessoas as que têm algum serviço na paróquia.
    · No serviço aos pobres existe o GASC – grupo de ação sócio caritativa que está atento a todas as necessidades que batem continuamente à porta da paróquia e a que se tenta sempre dar solução.
    · Pastoral da partilha: é uma forma de serviço a partilha dos dons recebidos com os mais pobres e com as missões de evangelização. Um grupo comprometido na paróquia partilha mensalmente para este fim, fazendo a sua oferta no último domingo de cada mês, É constituído por mais de 50 paroquianos.
    · Deus no trabalho: é um percurso que tem como finalidade ajudar o discípulo de Cristo a viver na fé o mundo das relações complexas do trabalho. Dura 6 encontros, que podem ser semanais ou quinzenais.
  5. Permitir a todos crescer na união com Cristo pela oração e pela experiência da vida sacramental.
    Louvar e adorar a Deus é a nossa vocação eterna. Somos chamados a viver unidos a Deus bebendo nas fontes da salvação – os sacramentos – saboreando o quanto Deus é bom.
    · Grupos corais, leitores e acólitos vão sendo preparados para que a celebração dominical da Eucaristia seja uma experiência central na vida dos cristãos, celebração da beleza de Deus e da comunidade reunida à volta dele.
    · Adoração eucarística: “Vinde a Mim todos vós que andais cansados e oprimidos e Eu vos aliviarei” (Mt 11, 28). Em cada semana cerca de 60 pessoas assumem a responsabilidade de estar diante do Santíssimo solenemente exposto, formando uma cadeia de hora a hora, desde as 8h da manhã de quarta até quinta às 23h, ininterruptamente. Eles estão em nome da comunidade, permitindo a muitos outros passarem a qualquer hora do dia ou da noite, sabendo que alguém está em adoração.
    · Serão de misericórdia: na 1ª quinta-feira do mês cerca de 70 a 100 pessoas reúnem-se para louvar a Deus e cantar a Sua bondade e misericórdia nas suas vidas. Apresentam-lhe os seus sofrimentos e os irmãos intercedem por eles. Muitos têm testemunhado quanto Deus os tem «curado» com a ação do Seu Espírito.
    · Grupo de oração carismática: às quartas-feiras, de 15 em 15 dias, um grupo da paróquia reúne-se para louvar a Deus e escutar a Sua palavra dentro do estilo do Movimento Carismático. 6 Promover a construção material do centro paroquial e da igreja.
    Tudo que foi dito, e muito mais, justificam a existência de infraestruturas que permitam o desenvolvimento
    e o crescimento da vida pastoral da paróquia.
    Depois de toda a reflexão feita é hora de avançar para a construção do centro paroquial e da igreja.
    · Comissão de eventos: um grupo de paroquianos vai promovendo eventos maiores e menores para angariação de fundos, como sejam peregrinações, passeios, caminhadas, e jogos, entre outros. Todas as ideias são bem-vindas. O primeiro evento oficial é o jantar de angariação de fundos.
    · Comissão para a construção da igreja e do centro paroquial: foi recentemente formada e é composta por cerca de 20 membros que têm a alegria e a responsabilidade de, em conjunto como o Conselho económico, a Comissão de eventos e toda a paróquia, angariar fundos para erguer a igreja e o centro paroquial.