Arquivo mensal Outubro 2021

Folha Paroquial 24.10.2021 — 30º DOMINGO DO TEMPO COMUM

O Senhor fez maravilhas em favor do seu povo.

A folha pode ser descarregada aqui.

EVANGELHO ( Mc 10, 46-52 )
Naquele tempo, quando Jesus ia a sair de Jericó com os discípulos e uma grande multidão, estava um cego, chamado Bartimeu, filho de Timeu, a pedir esmola à beira do caminho. Ao ouvir dizer que era Jesus de Nazaré que passava, começou a gritar: «Jesus, Filho de David, tem piedade de mim». Muitos repreendiam-no para que se calasse.
Mas ele gritava cada vez mais: «Filho de David, tem pie- dade de mim». Jesus parou e disse: «Chamai-o». Chamaram então o cego e disseram-lhe: «Coragem! Levanta-te, que Ele está a chamar-te». O cego atirou fora a capa, deu um salto e foi ter com Jesus. Jesus perguntou-lhe: «Que queres que Eu te faça?». O cego respondeu-Lhe: «Mestre, que eu veja». Jesus disse-lhe: «Vai: a tua fé te salvou».
Logo ele recuperou a vista e seguiu Jesus pelo caminho.

 

MEDITAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS

Andamos a aprofundar os 5 pontos essenciais para o crescimento e formação dos discípulos e começámos a falar no da evangelização. No último Domingo, falámos do mandato do Senhor de evangelizar, dos obstáculos que temos à evangelização e terminámos a reflexão a dizer: “Por isso, por amor das pessoas, e por obediência ao mandato do Senhor, devemos vencer as nossas resistências interiores e trabalharmos na Missão de fazer discípulos e ensiná-los a cumprir o que o Senhor nos mandou.”
Para o evangelista Mateus, evangelizar é tocar os corações pelo anúncio da Boa Nova para que as pessoas se tornem discípulos de Jesus e vivam de acordo com os seus ensinamentos.

1. O Evangelho de hoje situa-nos naquele momento charneira da passagem de alguém que já é crente mas ainda não é discípulo, ao momento salvador do encontro pessoal com Jesus Cristo que o torna discípulo. Ora este momento é fundamental para a nossa vida e para a vida da comunidade cristã.

2. O que é um discípulo? “Discípulo, é Aquele que encontrou Jesus pessoalmente, no seio da Igreja, que lhe entregou a sua vida, que tomou a decisão de viver segundo o Seu ensino, em todos os aspetos da vida. Um discípulo está, intencional e ativamente, comprometido com um processo contínuo de aprendizagem de Jesus e, inflamado com este encontro, partilha o Seu Caminho, Verdade e Vida com os outros.
Bartimeu já tinha alguma fé, e foi essa fé que o levou a gritar por Jesus. Mas ainda não é discípulo. Mas depois do encontro com Jesus que o curou, que o ergueu da tristeza, da cegueira e solidão, diz-nos o texto que «seguiu Jesus pelo caminho», quer dizer, tornou-se discípulo integrado numa comunidade.

3. A decisão de ser discípulo comporta a entrega da sua vida a Jesus, o desejo de tudo fazer para viver a partir dos seus ensinamentos. Para isso, começa a participar em ações de formação cristã, a pôr em prática hábitos de oração, começa a sentir necessidade do alimento da Eucaristia e da graça do perdão sacramental, pois continua a ser pecador e a ter muitas falhas 0e quedas. Sente necessidade do encontro com outros cristãos, pois agora encontrou uma nova família para além daquela dos laços do sangue.

4. Quando muitos crentes se tornam discípulos, o rosto da paróquia muda completamente. O acolhimento, o nível de energia, o entusiasmo da fé, a vida de oração e de louvor da comunidade, o que os paroquianos pedem aos seus padres e outros responsáveis. Os discípulos, porque têm fome de aprender mais sobre a sua fé, enchem todas as formações na paróquia e aproveitam as da Diocese. Discípulos evangelizam porque têm boas notícias para partilhar. Discípulos partilham a sua fé com os seus filhos e fazem da família uma igreja doméstica. Discípulos cuidam dos pobres e preocupam-se com os assuntos da justiça. Discípulos assumem os riscos do Reino de Deus.

5. É esta a nossa visão: formar discípulos missionários que nascem do encontro pessoal com Cristo…”
Disse na semana passada que há no mundo dois tipos de paróquias:
paróquias de manutenção e paróquias missionárias.
Aquelas vão definhando e desaparecendo, enquanto que as que põem em prática o mandato de Jesus de fazer discípulos, crescem.

6. Como fazer isto? Através de várias etapas que apresentarei para a semana.
Perguntemo-nos em que situação cada um se sente? Crentes em Deus ou, mais ainda, já discípulos? Isto é, já tomámos a decisão firme de entregar a nossa vida ao Senhor vivendo segundo os seus ensinamentos em todos os aspetos da vida? Lembramo-nos de algum momento charneira onde houve uma viragem? Uma decisão por Cristo, por colocá-lo no centro da nossa vida e começámos a levar a oração a sério, a ir a encontros de formação da fé, a participar alegremente na Eucaristia e a esforçar-me para viver de acordo com o evangelho?

Deixemos que o Senhor nos olhe fixamente como olhou Bartimeu e nos diga todo o amor que tem por nós. Se Ele nos chama para Ele e a segui-lo é porque quer fazer-nos seus amigos, como disse aos primeiros discípulos: «Já não vos chamo servos mas amigos”.

Almoço Solidário – 14 Nov 2021

 

Dia 14 é tudo à vontade do freguês! Senão, veja: pode comer lá ou levar para casa; pode optar pelo bacalhau ou pelo lombo – em ambos os casos com batatinha da boa; pode ainda escolher entre o arroz doce e a salada de frutas.

Vamos lá então por partes: se preferir comer em grupo no espaço multi-usos da igreja, como fazíamos antes da pandemia, é muito bem vindo com todos aqueles que entender por bem convidar; mas pode sempre optar pela modalidade takeaway que deverá estar disponível para recolha nos saquinhos do costume logo à saída da missa das 11h00, por volta das 12h00.

Em todos os casos, haverá uma entrada (salgadinhos) e uma sopa (creme de legumes).

Agora sim vem a parte difícil: bacalhau ou lombo? O bacalhau é assado no forno com broa e batata assada; o lombo também é assado no forno mas com batata e castanhas. Uma hipótese que não será de descartar é pedir umas tantas doses de cada, no caso de optar pela modalidade takeaway, e ir petiscando daqui e dali…

Sobremesa: tem à escolha entre arroz doce e salada de frutas.

Se calhar, com tantas opções disponíveis, vai ser difícil preencher o formulário: não tem problema nenhum; ou ligue para a secretaria da paróquia ( 968544141 ou 239 405 706 ) ou envie-nos um email ( igrejasaojoaobaptista@gmail.com ) que nós tratamos de tudo.

Falta o preço, certo? Se for takeaway, 20€ cada dose; se for presencialmente, 30€ por pessoa (não se esqueça que é de angariação de fundos – por isso é que o preço é assim mais puxadito).

Uma igreja pequena para tanta gente

Havia um baptismo, muitos irmãos da Comunidade Emanuel tinham vindo para participar num encontro que lá se realizaria, tinha havido um encontro de catequese familiar, na rua estava a chover e… o espaço não estica.

Neste Domingo foi um verdadeiro desafio para a equipa de acolhimento acomodar tanta gente dentro da igreja de São João Baptista. Mesmo com a chuva que foi persistindo ao longo de quase toda a celebração, ainda foram alguns os que participaram do lado de fora: uns protegidos pelo guarda chuva, outros dentro dos seus carros alinhados à volta da televisão (que parece ser à prova de água – pelo menos até prova em contrário) que transmitia para o exterior o que se passava no interior da igreja.

Naturalmente que estava previsto que, em dias como estes, a televisão estivesse a transmitir dentro das salas de catequese: mas não foi assim. As salas estavam ocupadas com um grupo de crianças que estava a ter catequese e não foi possível instalar lá o equipamento de retransmissão.

 

Campanha Pingo Doce – Bairro Feliz

MELHOR EQUIPAMENTO MAIOR APROVEITAMENTO

O nosso pote continua a ganhar: mas ainda nada está garantido.

Sempre que fizer compras no Pingo Doce da Quinta da Portela, por cada compra igual ou superior a 10€ recebe (se a pedir – tem que a pedir!) uma “moeda bairro feliz” – uma ficha de plástico – que à saída poderá colocar no pote B. Recordamos que esta campanha nos permitirá comprar 2 arcas frigoríficas para o recém criado Centro Social de SJBaptista e que servirão para armazenar a comida que distribuímos semanalmente pelos mais necessitados.

No Pingo Doce da Quinta da Portela – o nosso pote é o B, o da direita.

Alpha Jovens arranca com duas dezenas de convidados

Grão a grão, enche a galinha o papo – diz o nosso povo; já não é o tempo da pesca à rede – é chegado o tempo da pesca à linha – diz o Papa Francisco.

Assistidos pelo Pe Francisco, a equipa do Alpha Jovens da nossa Unidade Pastoral teve na passada segunda-feira, dia 18 de outubro, a sessão de apresentação do Percurso Alpha Jovens proposto para as idades dos 16 aos 20 anos.

Este percurso decorrerá à segunda-feira, pelas 21h00, e pelo Zoom.

Dia 18 foi apenas o serão de apresentação do percurso: o início propriamente dito será segunda-feira dia 1 de novembro, pelo que, até lá, ainda é possível continuar a convidar.

Recordamos que o link para o formulário de inscrição está na nossa Linktree em https://linktr.ee/sjbaptista

Quantas vezes pensamos que perguntas como “Porque estou aqui?”, “De onde venho?”, “Para onde vou?”, “Porque sofremos?” são apenas nossas. Mas não estás sozinho nesta jornada – não és o único com todas estas questões! Liga-te e conversa com pessoas que têm as mesmas questões do que tu. 💻📲

Se tens entre os 16-20 anos, fica em casa, no conforto do teu sofá, traz as tuas próprias perguntas e junta-te a nós para o Alpha Online de São José e São João Baptista, que começa a 1 de novembro, no zoom. Esperamos por ti! 🗓🙏

Agora foi de vez: missas passam a ser todas no interior

No passado sábado de manhã, esteve uma equipa a arrumar definitivamente o toldo que ao longo de tantos meses nos permitiu acolher quem quisesse vir celebrar a eucaristia dominical com a nossa comunidade paroquial.

No fundo lá se havia decidido que, em outubro e com a chegada das chuvas mais frequentes, passaria a ser assim.

E a verdade é que apenas a equipa que assegurava a missa das 11h00 mantinha a eucaristia no espaço exterior: as outras já há muito que tinham desistido.
Seja como for, esperamos que tenha sido o fim de um ciclo que, tendo sido necessário, não foi fácil e só foi possível graças ao empenho e dedicação de muitos.

E São João Baptista é isto mesmo: empenho e dedicação de muitos.

Alpha arrancou em SJBaptista com 80 participantes

Depois de na semana anterior terem tido o serão de apresentação, na passada sexta-feira dia 15 de outubro arrancou o percurso propriamente dito.

São 80 “convidados” – assim se chamam aqueles que aceitam o desafio de fazer este percurso de 10 sessões – que corresponderão a outros tantos quadradinhos – ou não, visto que há alguns casais e ainda haverá que somar a estes os membros da equipa.

Na primeira sessão deste percurso, como sempre acontece, o tema foi “Quem é Jesus?”.

O percurso decorrerá online, através do Zoom.

Votos de um bom percurso!

Grupo de intercessão pelo Alpha – também online

Pôr um percurso Alpha a funcionar implica alguma logística que é em grande parte simplificada quando ele decorre na modalidade online: não há mesas para pôr, sala para decorar, louça para lavar, equipa de crianças e por vezes bébés, etc.

No entanto, para que o percurso possa dar frutos, há um aspeto que nunca poderá ser descurado, sob pena de o resultado não ser aquele que gostaríamos que fosse: a equipa de oração e intercessão.

Desde logo, assim que se marca a data do serão de apresentação, a equipa reúne-se regularmente para interceder por todos quantos estão a convidar e a ser convidados, pedindo ao Senhor que acompanhe e assista todo o processo com a sua Graça e o seu Espírito Santo.

Depois, em cada sessão, enquanto os convidados ouvem o tema do dia e depois se encontram em grupos de 6 a 12 pessoas para falarem acerca disso, há sempre um grupo de irmãos da equipa que permanece diante do Senhor, em adoração, mais uma vez a interceder por todos aqueles que estão a fazer o percurso.

No caso do percurso Alpha de SJBaptista, na passada semana estiveram o Senhor, a Ana Dioniz e a Ana Faustino: a elas, a nossa gratidão por este tão belo serviço que prestam à nossa comunidade paroquial.

Jornadas Mundiais da Juventude em movimento

Manda-nos divulgar a equipa de coordenação do COT Boa Nova, o Comité Organizador Territorial que será o rosto das Unidades Pastorais Água Viva (paróquias de Castelo Viegas, Ceira e Torres do Mondego) e da de São João Baptista e São José para a Jornada Mundial da Juventude 2023, e que está responsável por realizar a ligação com o Comité Organizador Diocesano de Coimbra – mandam-nos então divulgar que no dia 24 de outubro se vai realizar na Sé Nova uma celebração onde serão entregues os logos para cada COT.

Existe um COT em cada 2 Unidades Pastorais. Nós formamos um COT com a UP Água Viva e há muitos adultos e jovens de ambas as unidades envolvidos.

Esta celebração será presidida pelo D. Américo Aguiar, bispo auxiliar de Lisboa e presidente da fundação JMJ Lisboa 2023, contando com a presença do nosso bispo D. Virgílio.

Convidam-se todos os jovens das paróquias a estarem presentes nesta celebração.

Esperamos que possam participar em grande número.

Caminhada pela Vida

Cumpre-se neste ano de 2021 a 10ª Caminhada pela Vida em Lisboa. No próximo dia 23 de outubro, serão 10 as cidades que em simultâneo vão caminhar pela defesa da Vida humana.

Coimbra é uma dessas 10 cidades e junta-se, pela primeira vez, a esta manifestação coletiva em prol da promoção da dignidade e respeito pela Vida em todas as suas fases, formas e fragilidades, desde o momento da conceção até à morte natural.

O ponto de encontro será pelas 14h30 no Largo da Portagem (com uma peça branca ou uma T-shirt da Caminhada vestida, se possível), de onde se parte em direção à Praça 8 de maio para finalizar o percurso em convívio e clima de festa. A Caminhada será curta e acessível para que todos (dos bebés aos seniores) possam participar. Precisamos de acentuar a nossa voz junto dos decisores políticos. Precisamos de combater a indiferença e marcar posição sobre o rumo que se está a delinear. Precisamos de dizer em alto e bom som “Sim à Vida, sempre!”.

Contamos convosco, com todas e todos, com cada uma e cada um.