A liturgia dos arranjos florais

A liturgia dos arranjos florais

Já por diversas vezes aqui demos conta do quanto os arranjos florais animam a comunidade paroquial de SJBaptista: acontece com frequência reunir-se um grupo de irmãos no final da missa, diante do altar, a partilhar as impressões que lhes causaram o arranjo dessa semana. Obrigados pelo teu serviço, Ana.

«Foi elevado ao Céu e sentou-Se à direita de Deus»

Na semana passada, falavam de ascensão: a ascensão do Senhor ao Céu – a orquídea verde – que atrai consigo as varas que nele se enraízam (“onde Eu estiver, aí estareis vós também”; “vou preparar-vos um lugar”).

«Quem acreditar e for batizado será salvo; mas quem não acreditar será condenado.»

Na parte inferior do arranjo estamos todos nós, em cada uma daquelas flores que viram as suas vestes branqueadas pelo Sangue do Cordeiro: “fomos batizados num só Espírito, para constituirmos um só Corpo. E a todos nos foi dado a beber um único Espírito.”, ouviremos na segunda leitura do próximo Domingo.

«Eles partiram a pregar por toda a parte e o Senhor cooperava com eles, confirmando a sua palavra com os milagres que a acompanhavam.»

Deixar uma resposta