Almoço TakeAway

Almoço TakeAway

Já tínhamos feito uma primeira experiência em setembro, para substituir o tradicional Jantar de Gala no qual conseguimos reunir sempre cerca de 300 pessoas na Quinta de Dom Luís, em Pereira do Campo, e uma segunda em janeiro, pouco antes do segundo confinamento geral, desta vez para substituir o também tradicional Almoço de Reis à volta de uma bela Tibornada de Bacalhau.

Este era assim o nosso terceiro festejo na modalidade TakeAway. Nem vale a pena dizer que gostaríamos que pudesse e tivesse sido de outra forma… já estamos todos fartinhos desse discurso.

Queríamos festejar a aprovação por parte da Câmara Municipal de Coimbra dos projetos de especialidade referentes ao Centro Pastoral da Paróquia de São João Baptista.

Não chegámos como gostaríamos aos 250 almoços e a meteorologia também não ajudou – a eucaristia não pôde ser na rua como tínhamos previsto e tivemos que nos limitar à reduzida lotação da igreja com mais algumas pessoas distribuídas pelas salas da catequese.


Podíamos ter publicado uma foto dos irmãos a carregar os sacos ou do improvisado balcão de distribuição das doses encomendadas… publicámos antes uma foto do arranjo que a Ana Faustino fez na igreja, inspirada na liturgia do dia que também ela nos falou de TakeAway, não de Vaca Estufada ou Feijoada de Lulas mas de Vida Nova, aquela que só o Senhor nos pode dar e que só nós podemos levar à nossa querida cidade de Coimbra: «Não fostes vós que Me escolhestes; fui Eu que vos escolhi e destinei, para que vades e deis fruto e o vosso fruto permaneça. E assim, tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, Ele vo-lo concederá. O que vos mando é que vos ameis uns aos outros.»
Nós somos cada uma destas flores que o Senhor escolheu para o seu Jardim, parafraseando uma expressão muito popular de Santa Teresinha do Menino Jesus, mas também somos esta cesta de graças que o Senhor quer oferecer ao mundo de hoje: os dons do Seu Espírito Santo. Se as flores já são tão belas, que dizer dos frutos de uma vida cheia do Espírito Santo?

Deixar uma resposta