Cultura do convite – a história da Elizabete Rodrigues

Cultura do convite – a história da Elizabete Rodrigues

Num fim de tarde de verão do ano de 2019, após a festa de final de ano da minha escola, sentei-me com duas mães de alunos e, num ambiente descontraído, começaram a falar-me no percurso Alpha.

A minha curiosidade foi ficando cada vez maior e soube, ali, nesse dia, que tinha de experimentar. O verão passou e em setembro, lembraram-me que um novo percurso ia começar, na Paróquia de São João Batista.

Já tinha tido curiosidade de entrar na igreja, mas nunca o tinha feito. No dia 20 setembro, fui ao jantar de apresentação e fui logo recebida calorosamente e com sorrisos enormes, tão característicos desta comunidade.

Foi um serão inesquecível, os animadores acolheram-nos com todo o carinho e houve muita empatia com os convidados da mesa. A partir daí, fui renovando a minha fé que estava um pouco esquecida, no meio da azáfama do dia-a-dia. Fui caminhando passo a passo até Deus e tive a certeza que queria alimentar a minha fé, cada vez mais, e ter Jesus na minha vida, sempre.

Hoje, sou animadora de uma mesa e sinto-me muito feliz com todo o percurso realizado. Sei que ainda tenho muito que aprender e ainda muito para dar.

Convidei uma grande amiga a fazer o percurso, a seguir ao meu e ela, ainda hoje me agradece, porque a vida dela também nunca mais foi a mesma. O percurso Alpha transforma vidas e por isso quero agradecer em especial à Sandra e à Marisa por me terem mostrado o caminho, para a renovação da minha fé.

Elizabete Rodrigues

Deixar uma resposta