Cultura do Convite

Cultura do Convite

Agosto de 2014, mês de férias por excelência. Nos locais de trabalho as equipas ficam reduzidas, e os que ficam têm de ser polivalentes. Numa tarde, acompanhada da responsável do laboratório que, para além de chefe era amiga, conversávamos enquanto íamos trabalhando. A certa altura disse-me “tenho um convite para ti e para o teu marido, mas é só para setembro…”: fiquei curiosa. Nos dias que se seguiram não tocámos mais no assunto. Pensei que tivesse ficado por aí, mas estava curiosa, o que seria? Já em setembro disse-me “vai haver um jantar “vinde e vêde” na Paróquia à qual pertenço e eu gostaria muito que tu e o teu marido fossem, só ver, sem compromisso”. É o jantar de apresentação do percurso Alpha que se vai iniciar em outubro…. Falei com o meu marido e tomámos a decisão de ir.
A minha amiga esperava por nós à entrada da Igreja. Fomos acolhidos por todos de uma forma a que não estávamos habituados, envolvente e com muito carinho. A explicação do que seria o percurso foi motivante. Ficámos de dar uma resposta. Entrámos no carro, olhámos um para o outro e logo ali decidimos fazer o percurso.

Tenho muito a agradecer à minha amiga, que já não trabalha comigo, tudo o que me ensinou em 26 anos de trabalho, mas o que mais lhe vou agradecer, para o resto da minha vida, é ter-nos feito este convite.

Fizemos o percurso Alpha e não mais nos afastámos desta comunidade. Passámos a fazer parte desta Família. Deus tem realmente um plano para cada um de nós e ter feito esta experiência do Amor de Deus por mim mudou a minha vida.

Os convites para que outras pessoas, possam também abrir as suas Portas e os seus Corações a Deus, tem que partir de cada um de nós. Umas vezes com mais sucesso outras com menos, mas o Tempo de Deus não é o nosso Tempo. Temos que continuar sempre a convidar, para que mais pessoas tenham a Felicidade de encontrar o amor de Deus.

Agradecemos à Comunidade de S. João Baptista, aos nossos Párocos, Padre Jorge e Padre Francisco todo o amparo que nos têm dado na nossa caminhada na Fé.

Filomena e Arlindo Videira

Deixar uma resposta