Pe Jorge escreveu carta sobre os jovens aos paroquianos

Pe Jorge escreveu carta sobre os jovens aos paroquianos

Queridos irmãos,

Venho confiar-vos uma grande preocupação de pastor, que já cá anda há muito tempo como uma santa insatisfação que vem crescendo dia após dia.

É a ausência generalizada de jovens na comunidade cristã e no seu serviço, particularmente em S. José. Alguma coisa andamos a fazer mal para não sermos capazes de os atrair à fé e à vivência eclesial. Eu sei que a cultura em que vivem e crescem erradicou a fé e os valores religiosos do quotidiano da vida, mas, ainda assim, os jovens quando encontram Cristo, numa linguagem que lhes seja acessível, são capazes de vencer essa resistência e se afirmarem como cristãos.

Eu gostava de partilhar convosco a minha insatisfação para que se tornasse a vossa. Quando essa insatisfação vos doer é bom sinal. O amor de Deus pelos homens, ao ver como eles andavam perdidos, fez com que Deus enviasse o seu Filho à nossa procura. A cruz de Jesus manifesta até que ponto isto lhe doeu, pois quem ama sofre.

Quando nos damos conta de que uma situação é insustentável, que não tinha de ser assim, que podia ser muito diferente, pode começar a formar-se na nossa mente e no nosso coração uma imagem ideal do futuro. Podemos começar a ver o que poderia ser uma comunidade eclesial com jovens criativos e dinâmicos, e a ver como isso poderia ser um sinal de alegria e de esperança para toda a comunidade e para a sociedade, pois jovens transformados pela fé ajudam a criar uma sociedade mais humana e melhor. Esta insatisfação interior com a situação e o sentir que as coisas podiam e deviam ser diferentes – e que é possível serem-no, pode criar em nós uma paixão, um entusiasmo para mudar as coisas e fazermos o que está ao nosso alcance com um plano estratégico para a mudança.

Jesus disse: «O Reino do Céu é semelhante a um grão de mostarda que um homem tomou e semeou no seu campo. É a mais pequena de todas as sementes; mas, depois de crescer, torna-se a maior planta do horto e transforma-se numa árvore, a ponto de virem as aves do céu abrigar-se nos seus ramos.»(Mt 13,31-32)

Esta parábola diz-nos que não precisamos de começar com muitos jovens, mas simplesmente começar com alguns para, depois, a partir dessa semente, fazer crescer o reino.

Ora o que pretendo ao escrever-vos esta carta?

Primeiro: partilhar convosco a minha insatisfação de pastor e desejar que crie em vós também a mesma insatisfação pois, se amais o Senhor, e estais certos de que sem o conhecimento de Deus e a relação com Ele a vida nunca é uma vida plena, então tereis pena de que muitos jovens não O conheçam.

Segundo: gostaria de dizer-vos que isto não tem de ser assim e que é possível mudar a situação se acreditarmos nisso e tivermos esperança e dinamismo e nos unirmos nesta visão e projeto, pois os padres sozinhos podem fazer pouco para mudar a situação.

Terceiro: pedir, por agora, algo prático para começar: Quereis começar a rezar todos os dias pelos jovens da nossa Unidade Pastoral de S. José e S. João Baptista?

Acreditai que a oração é o primeiro passo. É a força do primado da graça. «Sem mim nada podeis fazer», disse Jesus.

Depois, peço-vos uma colaboração: dia 16 começaremos um novo percurso Alpha jovens para as idades dos 16 aos 20 anos. Muitos de vós sabeis bem quanto um percurso Alpha pode dar nova luz aos participantes, e mudar a orientação da vida pelo encontro com Cristo e a redescoberta da Igreja.

Alguns de vós terão filhos ou filhas nestas idades, ou sobrinhos, ou amigos. Pensai em quem poderíeis convidar e lançai-lhes o convite amigo, sabendo que estais a fazer um grande serviço. Se preferirdes que sejamos nós a convidar, mandai-nos os seus contactos e fá-lo-emos. Para alguns funciona melhor ser alguém de fora do que os próprios pais, mas para outros pode funcionar a proximidade dos pais. Por agora, é isto que vos peço. Vamos dar passos para construir uma igreja jovem com os jovens? Quereis ajudar? Obrigado pela vossa colaboração.

Na página do Facebook do Alpha jovens, bem como nas páginas de cada paróquia, encontrareis um vídeo publicitário do alpha jovens e o formulário de inscrição para o percurso.

Obrigado pela vossa participação nesta grande missão evangelizadora. Um grande abraço pascal para todos. Que Cristo ressuscitado seja a vossa alegria.

P. Jorge Santos

Deixar uma resposta