Arquivo da categoria Homilias

Homilia Eucaristia com Unção dos Doentes

Já estava prevista esta missa com administração do sacramento dos enfermos a uma irmã da paróquia que enfrenta uma batalha oncológica. Entretanto e enquanto divulgávamos sobretudo de boca em boca, surgiram mais irmãos que também querem/precisam receber este sacramento. O Pde Jorge decidiu assim abrir a todos quantos estejam doentes e queiram pedir este sacramento de cura. 

A todos os outros irmãos que se queiram associar mais intimamente a estes irmãos que sofrem e pedem a Deus auxílio e cura, sugere-se que façam nesta sexta-feira um dia de jejum (pão e água), procurando tocar o coração de Deus e implorando a cura para estes irmãos.

Não se contentem em rezar, mas jejuem neste dia. A oração, a caridade e o jejum são 3 irmãs que se completam muito e batem forte à porta do coração de Deus. Podeis jejuar como quiserdes mas uma forma mais simples e que os monges praticam é pão e água e se necessário alguns legumes.
A prática do jejum aparece unida a uma questão decisiva do ponto de vista espiritual: De que vivo? Esta pergunta levanta outras: O que é que me alimenta? Onde está a fonte da minha alegria?
O jejum indica que somos muito mais do que as nossas necessidades e que somos capazes de conter a sua imediata satisfação em nome de um bem maior. A capacidade de jejuar é sinal da grandeza de alma que está em cada ser humano. Jejuar pode ser um genuíno gesto de amor e o que Deus procura na nossa vida são gestos de amor. O que Nossa Senhora pediu aos pastorinhos para obterem a paz no mundo e a conversão dos pecadores foi oração e sacrifícios e um dos sacrifícios feito pelos pastorinhos era o privar-se da merenda dando-a às ovelhas.
Aos que não puderem vir à missa, unam-se à mesma intenção, com oração e jejum.

Memória de S. Joaquim e de Santa Ana, avós de Jesus

Memória de S. Joaquim e de Santa Ana, avós de Jesus.
Dia dos avós.
19H00: Missa pelos avós, com bênção.