Arquivo da categoria Vida Paroquial

Concurso de Presépios em SJBaptista

Em 2016 foi um sucesso e este ano vai ser reeditado: por estes dias, as famílias da catequese familiar já deverão ter sido desafiadas a construírem um presépio, descobrindo o verdadeiro símbolo do Natal, a partir de materiais reciclados e que deverão ser entregues durante o ofertório da missa do dia 11 de dezembro – dia da festa de Advento para a Catequese Familiar.

Os presépios deverão permanecer expostos na igreja até serem leiloados num dos Domingos do Natal, provavelmente dia 9 de janeiro depois da missa das 11h00. A base de licitação deverá rondar os 3€, sendo o dinheiro recolhido considerado uma oferta que as famílias fazem para a construção do Centro Pastoral e da igreja – obras cujo início se julga estar iminente.

Lectio Divina esgota no primeiro fim de semana

As quase 300 unidades que tínhamos comprado para distribuir nas nossas paróquias esgotaram em SJBaptista antes mesmo do início do Advento: é bom sinal e não há problema nenhum – iremos com certeza comprar mais.

Em SJBaptista, na missa da noite de Domingo, quem quisesse adquirir a proposta da nossa diocese de Coimbra de leitura orante da Palavra de Deus ao ritmo da liturgia dominical, vai mesmo ter que esperar pela semana que vem – eu próprio, que até as fui buscar ao Centro Pastoral mas não tinha no bolso uma moedita para a pagar, vou ter que esperar.

Na visão que anima cada uma das nossas comunidades paroquiais e que serve de base à arquitetura do Plano Pastoral na Unidade Pastoral, este estudo e leitura orante das passagens bíblicas que a Igreja nos propõe para os quatro Domingos do Advento vai ao encontro de dois essenciais ou pilares: o da formação e o da oração ou adoração.

Nesta altura em que a Igreja, segundo o diagnóstico de muitos entendidos, parece estar em crise ou dificuldades, sobretudo num tempo litúrgico tão propício como o Advento, agarrar-se e ancorar-se na Palavra de Deus não será certamente um paliativo, mas antes uma poderosa vacina com efeitos analgésicos e anti-inflamatórios que facilmente se propagará pela comunidade.

Na primeira sexta-feira de cada mês, é para louvar

Na nossa Unidade Pastoral já havia uma célula de jovens à qual, num passado recente, se juntou uma segunda, procurando agregar alguns jovens que por lá andavam dispersos e que entretanto aceitaram este desafio lançado pelo Pe Fernando.

Foi neste contexto e com o firme propósito de não se fecharem, mas antes se abrirem e permitirem o convite e agregação de mais jovens, que decidiram que, na primeira sexta-feira de cada mês, haverá um serão de convívio e louvor, animado com o Pe Fernando.

A primeira sessão é já na próxima sexta-feira, dia 3 de dezembro.

Partilhando a ceia de Natal semana após semana

Já há uns anos que, por ocasião do Advento, toda a comunidade paroquial de SJBaptista é convidada a associar-se aos catequistas e à catequese que se mobilizam para angariar alimentos e iguarias que o GASC (Grupo de Ação Sócio-Caritativo) haverá de utilizar nos cabazes de Natal.

Este ano, mais uma vez por iniciativa da catequese familiar, voltamos a fazer uma recolha de géneros alimentares a serem geridos pelo GASC no apoio ao número crescente de famílias carenciadas que apoiamos. Assim, no Domingo 28 novembro, recolheremos leite, óleo e azeite; no seguinte, 5 Dez: farinha, açúcar, arroz e enlatados; depois, a 12 Dez: Vinho do Porto, sumos, chocolates; e finalmente, a 19 Dez: bacalhau, bolo-rei, broinhas.

Folha Paroquial 28.11.2021 — PRIMEIRO DOMINGO DO ADVENTO

Para Vós, Senhor, elevo a minha alma.

A folha pode ser descarregada aqui.

EVANGELHO ( Lc 21, 25-28.34-36 )
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Haverá sinais no sol, na lua e nas estrelas e, na terra, angústia entre as nações, aterradas com o rugido e a agitação do mar. Os homens morrerão de pavor, na expectativa do que vai suceder ao universo, pois as forças celestes serão abaladas. Então, hão-de ver o Filho do homem vir numa nuvem, com grande poder e glória. Quando estas coisas começarem a acontecer, erguei-vos e levantai a cabeça, porque a vossa libertação está próxima. Tende cuidado convosco, não suceda que os vossos corações se tornem pesados pela intemperança, a embriaguez e as preocupações da vida, e esse dia não vos surpreenda subitamente como uma armadilha, pois ele atingirá todos os que habitam a face da terra. Portanto, vigiai e orai em todo o tempo, para que possais livrar-vos de tudo o que vai acontecer e comparecer diante do Filho do homem».

 

 

MEDITAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS

VIGIAI E ORAI EM TODO O TEMPO

Novo ano litúrgico, novo caminho espiritual, nova esperança! Neste primeiro Domingo do Advento, nós começamos a reavivar o nosso desejo da vinda do Senhor. O tempo do Advento é o tempo do desejo espiritual. Este desejo deve crescer sempre mais, até ser plenamente cumulado no face a face e, então, seremos semelhantes a Ele e vê-lo-emos tal como Ele é.

Desejo de santidade, desejo da visão de Deus, desejo de permanecer n’Ele.

I. O DIA DO SENHOR

A mesma expressão aparece nas três leituras deste Domingo. Aliás, já se fazia ouvir nas últimas semanas- a palavra «Dia»: «Esse dia», diz Lucas; o «Dia da Vinda de Jesus», diz Paulo na segunda leitura; «naqueles dias», diz Jeremias na primeira leitura. Mas de que dia se trata, então?

Jeremias diz que é o dia da salvação e da justiça. O antigo Testamento, através de Jeremias, fala-nos deste dia em que a promessa do senhor se cumpre. O dia em que o Messias, nascido da linhagem de David, inaugurará um reino de direito e de justiça. É o dia da salvação esperado por Israel: um dia de paz, de justiça, um dia em que não haverá mais guerras, mais orgulho, mais egoísmo. Nesse dia, a luz será mais forte do que as trevas, a vida mais forte do que a morte. Esse dia é o Natal que celebraremos. Um dos dias do ano em que a noite é a mais longa e o dia em que acolhemos a luz do nascimento de Cristo. Nesse dia a vida aparece e triunfa na pessoa de um Deus que se faz criança e que nasce para a vida. No Natal, preparamo-nos para acolher a luz de Deus nas nossas trevas, a vida de Deus na nossa morte. Eis o dia para o qual acendemos o nosso desejo durante 4 semanas e o esperamos vigilantes na oração e nas boas obras.

II. UM DIA QUE ESPERAMOS E QUE JÁ VEIO: O DOMINGO.

Este dia já aconteceu. Deus fez-se homem. Deus conheceu a nossa vida. Deus morreu e ressuscitou. A morte foi vencida e a vida triunfou. Cada Domingo, celebramos esta vitória. Cada Domingo é «esse dia» de que nos fala o Evangelho de Lucas. Em cada Domingo devemos despertar, devemos orar, devemos comparecer de pé diante do Filho do homem que inaugura para nós o seu reino de justiça e de paz. Estamos já nesse dia e, no entanto, iremos ainda esperá-lo. Iremos ainda acender as velas da coroa de Advento para pedir à luz que brilhe no nosso mundo.

Para falar desse dia, Lucas utiliza a linguagem apocalítica, a linguagem que revela o que está escondido aos nossos olhos. Mas, o tempo do apocalipse, na Bíblia, não é o tempo do futuro, é o tempo presente, aquele que estamos a viver hoje, neste Domingo.

III. UM DIA A FAZER ACONTECER E A FAZER NASCER AOS OLHOS DO MUNDO, DIZ PAULO NA SEGUNDA LEITURA.

Este dia já veio e ainda não veio totalmente. Esse dia que celebramos em cada Domingo e que já aconteceu nós temos de o fazer acontecer no nosso mundo dando-o a conhecer a todos. Como fazer isso? Paulo diz-nos nas suas cartas: Vivendo do amor, um amor intenso e transbordante. “O Senhor vos faça crescer e abundar na caridade uns para com os outros e para com todos”, diz-nos na leitura de hoje. A luz do Advento que devemos acender para preparar o Natal, é a luz do amor que deve brilhar nos nossos corações e nas nossas ações. A luz de um amor que destrói os nossos egoísmos e o nosso orgulho, os nossos preconceitos e a nossa estreiteza de vistas. A luz de amor de uma criança que vem ao nosso encontro abrindo-nos os braços. Esta luz que acolhemos no Natal, devemos acendê-la, antes do Natal, no nosso coração.

O Advento é este tempo em que acendemos em nós a luz da esperança, a luz da caridade a luz do desejo de sermos totalmente cheios de Deus. Com toda a Igreja gritamos: Vem Senhor Jesus: Maranatha.

O Senhor é rei num trono de luz

De tal modo a liturgia nos vinha a preparar para este momento que já ia tardando este dia em que celebrámos esta bela solenidade.

Na sua homilia, tal como tão bem ilustrava o arranjo floral que embelezava a nossa igreja, o Pe Francisco, que presidia à celebração, explorou a realeza de Jesus à luz do Evangelho que a Igreja nos propunha naquele dia: Jesus já ferido e manietado, perante Pilatos e sendo condenado à morte.

Jesus é Rei, mas o seu reino não é deste mundo. O trono de Jesus na terra é a Cruz, onde Ele não está para ser servido, mas para servir.

Bom início de Advento para todos.

Domingo da Partilha

O último Domingo de cada mês é, em SJBaptista, o Domingo da Partilha: este mês é no próximo Domingo, dia 28.

No mês passado, o Domingo da Partilha “rendeu” 1190€, sendo que a maior parte – 740€ – veio dos envelopes numerados, isto é, daqueles que previamente se inscreveram e se comprometeram a partilhar regularmente com a paróquia.

Se preferir e puder, poderá fazer uma transferência ou agendar uma transferência recorrente: IBAN – PT50 0035 0650 0000 0070 7302 5

Do dinheiro recolhido em SJBaptista:
• 25% é para a evangelização (Alpha, catequese, etc)
• 15% é para apoio aos mais necessitados (GASC)
• 60% é para as despesas correntes da igreja (ordenado do sacerdote, água, electricidade, internet, impostos, etc)

Senhor, recebei a minha oferta!
Não é uma esmola, pois não sois mendigo;
Não é uma contribuição, pois não Vos falta nada e de nada precisais;
Não é uma migalha que não me faça falta e que a Vós acrescente alguma coisa;
Não é o resto que me sobra que Vos ofereço, pois seria indigno de mim e uma injúria a Vós;
Não é compra para me garantir algum direito,
Pois os dons que me destes são de valor incalculável;
Esta minha oferta, Senhor, é para Vos adorar,
Pois sois o meu Criador, eu, vossa criatura;
Esta minha oferta é para reconhecer que sois infinitamente generoso para comigo;
E porque Vos amo, Senhor,
Vos ofereço uma parte daquilo com que me enriquecestes,
Pois tudo o que possuo, de Vós recebi;
Esta minha oferta é para agradecer o dom da vida, a graça da fé, a promessa da eternidade feliz junto a Vós;
Aceitai, Senhor, esta minha oferta, expressão da minha fé e da minha caridade.
Ámen

Concurso de Presépios em SJBaptista

Em 2016 foi um sucesso e este ano vai ser reeditado: por estes dias, as famílias da catequese familiar já deverão ter sido desafiadas a construírem um presépio, descobrindo o verdadeiro símbolo do Natal, a partir de materiais reciclados e que deverão ser entregues durante o ofertório da missa do dia 11 de dezembro – dia da festa de Advento para a Catequese Familiar.

Os presépios deverão permanecer expostos na igreja até serem leiloados num dos Domingos do Natal, provavelmente dia 9 de janeiro depois da missa das 11h00. A base de licitação deverá rondar os 3€, sendo o dinheiro recolhido considerado uma oferta que as famílias fazem para a construção do Centro Pastoral e da igreja – obras cujo início se julga estar iminente.

Presépio luminoso em SJBaptista

Este ano queríamos construir – ou melhor, aplicar – este presépio luminoso exterior em SJBaptista: Natal é sinónimo de muita coisa, sendo que uma das ideias transversais será porventura a palavra Esperança. Natal é – tem de ser – esperança: a esperança que só o Messias nos pode dar.

Gostaríamos de, nesta quadra natalícia, ter um sinal visível dessa esperança no espaço exterior da igreja de São João Baptista, na Quinta da Portela.
Não é segredo para ninguém que os cofres da igreja não estão a transbordar dinheiro: pelo contrário, até nos tem sido dito que frequentemente nos temos vindo a socorrer de reservas para fazer face às despesas correntes (como ordenado do sacerdote, electricidade, internet, fotocopiadora, etc).

O presépio luminoso que se vê na imagem não é caro: custa 82€ e está à venda numa loja online. Seria instalado ou na ribanceira ao lado de Nossa Senhora, ou por cima da igreja.

A única forma possível de participar nesta angariação de fundos é através dos canais oficiais da paróquia: passando na secretaria ou fazendo uma transferência bancária para a conta da paróquia.

O dinheiro que eventualmente vier a sobrar, para além dos necessários 82€, ficará para a paróquia sob a forma de donativo de participação nas obras, que entretanto estarão prestes a arrancar.

Alpha adolescentes na Figueira da Foz

Os adolescentes do Say Yes de SJBaptista, que estão a fazer o percurso Alpha, foram até à Figueira da Foz, no antigo Seminário Menor da Imaculada Conceição, para viverem o tão esperado fim de semana, o momento neste percurso especialmente dedicado ao Espírito Santo.

Foram de autocarro, jogaram muitos jogos no exterior, partilharam mesa e refeições, dormiram em camaratas, viram os filmes sobre quem é o Espírito Santo e o que Ele pode e quer fazer na vida e no coração de cada um e, no momento mais alto, livremente podiam dirigir-se a um dos vários grupos de adultos que estavam disponíveis para rezar por eles e por alguma coisa que eles quisessem, pedindo o dom do Espírito Santo – tudo isto assim resumido pela boca de uma das adolescentes que participou neste fim de semana, a Sofia.

Com eles e com a equipa, neste fim de semana tão cheio (ainda havia a Jornada Mundial da Juventude 2021 em Lisboa, no sábado à noite, e em Pombal, no Domingo), esteve o Pe Fernando que também haveria de celebrar a eucaristia com eles.